OUTROS SITES EM DESTAQUE RIO
Primeira Página
218 446 214

Newsletter Nº 54 / 25 de Fevereiro 2014
Tópicos Editorial
Empresa
Serviços novo
Orçamento
Áreas de Actuação
Contactos

Certificação Energética ZERO.e

Bem vindo à quinquagésima quarta Newsletter ZERO.e

Desde o início da emissão de certificados energéticos para habitações, em 2009, que pensámos que mais cedo ou mais tarde a classificação energética de um edifício ou habitação iria ser utilizado como ferramenta de marketing, numa fase inicial pelos promotores imobiliários que pelo seu profissionalismo e procura constante de fatores de diferenciação, iriam ver ai uma forma de cativar os potenciais clientes.


No entanto, como simultaneamente se deu a "crise", com diminuição muito significativa da construção de imóveis novos, esta nossa visão não chegou a verificar-se com o peso que esperávamos, salvo algumas exceções.

Com a recente entrada em vigor da nova lei que obriga a que todos os anúncios imobiliários, de venda ou arrendamento, publicitem a classe energética dos imóveis, mesmo que usados, estão reunidas as condições para que o mercado comece a olhar para a classe energética realmente como um elemento diferenciador. Vendedores irão tentar cativar os clientes com imóveis com boa classe energética, pois sabem que os compradores estão bastante atentos a questões de economia e conforto. A ZERO.e tem sempre tentado motivar os clientes para que não olhem para a certificação energética como uma simples obrigação legal, mas como uma ferramenta de melhoria e de diferenciação num mercado onde as oportunidades escasseiam e têm que ser bem aproveitadas.

Rodrigo Santos

Arquitecto / Perito Qualificado

Director ZERO.e

 
Preços
Peça o orçamento de forma rápida e fácil, indicando a tipologia e localização do imóvel
Sobre a Certificação Energética

Publicitação da classe energética nos imóveis em venda ou arrendamento.

Tal como consta no Decreto-lei 118/2013, os imóveis anunciados para efeitos de venda ou arrendamento, deverão passar a dispor da indicação da classe energética. Com esta disposição, é possível dar cumprimento ao disposto na diretiva 2010/31/UE (EPBD) e dinamizar o mercado imobiliário com informação adicional respeitante desempenho energético dos edifícios. Este aspeto será, à semelhança do já observado noutros Estados Membros, um forte contributo para uma melhor avaliação, por parte do consumidor, dos imóveis que pretenda adquirir ou arrendar.

Notícias Facebook

ADENE Promove Curso de Certificação Energética de Pequenos Edifícios sem Climatização

ADENE promove Curso de Certificação Energética de Pequenos Edíficios sem Climatização

Saber mais >>>

A ZERO.e já tem página no facebook. Torne-se fã para receber as novidades.

Saber mais >>>

Parcerias

As parcerias com empresas de mediação imobiliária têm sido muito importantes para a consolidação da ZERO.e no mercado. Contacte-nos já para saber as vantagens que reservamos para os parceiros, agora com melhores condições!!!!!

Contactos >>>

Testemunho

"Quando coloquei o apartamento à venda na imobiliária disseram-me que a lei agora obriga a ter um certificado energético para anunciar a venda de imóveis. Como não estou dentro do assunto perguntei se podiam tratar. Foi-me recomendada a ZERO.e. Só posso dizer que não tive de me preocupar com nada, o que era exactamente o que queria. Obrigada!"

Rute Miranda - Lisboa

Formação Grátis

As acções de formação em Certificação Energética da ZERO.e têm sido um  sucesso, e são GRÁTIS. Por isso mesmo são para continuar.  Benefície já desta oferta.

Saber mais >>>

Processo para obtenção do Certificado Energético:

1º. Através de um contacto com a “ZERO.e” far-se-á a marcação da visita ao imóvel para o qual é solicitado a emissão do certificado energético;

2º. O perito desloca-se ao local do imóvel e iniciará o processo tendo em vista a emissão do CE. Fará o levantamento dos elementos construtivos da envolvente e a recolha da documentação necessária (planta do imóvel; certidão da conservatória do registo predial e caderneta predial).

3º. No prazo de 5 dias úteis após a visita será emitido um CE provisório e a factura referente ao respectivo certificado. Ambos serão enviados ao cliente, sendo necessário a realização do pagamento para emitir o CE definitivo.

4º. Realizado o pagamento, é emitido o CE definitivo e enviado ao cliente.

Se não quiser receber mais notícias ZERO.e por favor clique AQUI e envie o email de remoção.

Copyright © 2009 - 2013  ZERO.e. Todos os direitos reservados.

A ZEROe
Informações Gerais
MÉDIA

 Copyright © ZEROE.pt 2018

Desenvolvido por Optimeios